Posts com Tag ‘googleearth’

Radeon GraphicsÉ bom ter uma máquina com poder de processamento para trabalhar. Isso se torna muito prático quando temos trabalhos com grande base de dados e necessita muito processamento, como é o exemplo de trabalhos com geoprocessamento.

Mas é frustante quando temos surpresas e nos deparamos com problemas no primeiro momento que vem não atender o esperado. Por exemplo, instalo o Ubuntu (Oneiric) ou o Debian (Squeeze) sem problemas. Mas o googleearth não consegue ser executado, apesar de ter instalado este aplicativo sem erros.

1. O erro quando da execução do Googleearth

Google Earth has caught signal 11.

We apologize for the inconvenience, but Google Earth has crashed.
This is a bug in the program, and should never happen under normal
circumstances. A bug report and debugging data have been written
to this text file:

/home/ken/.googleearth/crashlogs/crashlog-4bd615c3.txt

2. Identificação da máquina

Produto: HP ProBook 4530s (LJ475UT#ABA)
CPU: Intel Core i7-2630QM CPU @ 2.00GHz, 6 MB L3 cache, barramento com largura de 64bits
Memória RAM: 8GB (2 x 4GB), 1333 MHz DDR3 SDRAM
Memory slots: 2 SODIMM
Disk: 500GB ATA, Toshiba
Display-1: VGA compatible controller, 2nd Generation Core Processor Family Integrated Graphics Controller, fabricante: Intel Corporation
Display-2: VGA compatible controller, Seymour [Radeon HD 6400M Series], fabricante: Hynix Semiconductor (Hyundai Electronics)

Ou seja, possui dois hardwares controladores de vídeo: (a) uma controladora integrada na placa mãe do processador Intel; (b) uma placa aceleradora de vídeo Radeon HD 6400M fabricada pela Hynix. Esta placa está equipada com 1GB de memória. Na figura abaixo as características técnicas desta placa de vídeo Radeon instalada na máquina.

Configuração da placa gráfica Radeon HD 6400M instalada.

A série “s” dos HP ProBook oferece a segunda geração de processadores Intel Core™ i7, i5 e i3. São todos equipados com monitores numa proporção de 16:9. Dentro da serie ProBook encontram-se 3 grupos de portáteis, os ProBook de 14 polegadas (4410s e 4415s), equipados com processadores da Intel e AMD, respectivamente, e com a possibilidade de optar por uma Radeon HD 4500 ou 4330. Os ProBook de 15.6 polegadas são compostos com processadores Intel ou AMD, ambos com a possibilidade de escolher um placa gráfica com memória dedicada. Neste caso, são exemplos os 4510s (Intel) and 4515s (AMD).

O HP ProBook 4530s tem uma tela de 15,6 polegadas com o habitual 1366 x 768 pixels utilizando a placa integrada de vídeo Intel, resolução e formato 16:9. A mesma resolução e outros podem ser fornecidos a partir do VGA e HDMI. A qualidade da imagem de ambas as saídas é capaz de uma resolução de 1920 x 1080 pixels (Full HD, 1080p).


3. Para solucionar o problema

3.1 Verificar as placas de video instaladas
$ lspci -nn | grep VGA
00:02.0 VGA compatible controller [0300]: Intel Corporation 2nd Generation Core Processor Family Integrated Graphics Controller [8086:0116] (rev 09)
01:00.0 VGA compatible controller [0300]: Advanced Micro Devices [AMD] nee ATI Seymour [Radeon HD 6400M Series] [1002:6760]

Ubuntu Oneiric utiliza a controladora Intel como sua saída VGA default. Vamos forçar o Ubuntu adotar a “AMD Radeon HD 6470M” como sua VGA primária.
Editar /etc/default/grub:
GRUB_CMDLINE_LINUX_DEFAULT="quiet splash pcie_aspm=force radeon.nomodeset=1"

E atualize o Grub:
# update-grub

3.2 Desinstale todos os drivers ATI Open-source
# apt-get remove fglrx-* fglrx-amdcccle jockey-common jockey-gtk
# rm -rf /usr/share/ati/
# apt-get remove --purge xserver-xorg-video-ati xserver-xorg-video-radeon
# apt-get install xserver-xorg-video-ati
# apt-get install --reinstall libgl1-mesa-glx xserver-xorg-core
# apt-get install --reinstall libgl1-mesa-glx:amd64 libgl1-mesa-glx:i386
# update-initramfs -u
# update-grub

3.3 Instalar pacotes de dependência
# apt-get install ia32-libs dkms build-essential

3.4 Baixar a versão mais recente do driver ATI
O driver pode ser baixado da página http://support.amd.com/us/gpudownload/linux/Pages/radeon_linux.aspx
No momento deste post, o arquivo mais atual chamava-se “AMD Catalyst 12.4 proprietary Linux x86 Display Driver”, um instalador automático e Display Drivers para o X.Org 6.7, 6.8, 6.9, 7.0, 7.1, 7.2, 7.3, 7.4, 7.5, or 7.6.
Pôde ser baixado da seguinte forma:
$ wget -c http://www2.ati.com/drivers/linux/amd-driver-installer-12-4-x86.x86_64.run

3.5 Instalar a versão mais recente do Driver Proprietário ATI no Ubuntu
$ chmod a+x amd-driver-installer-12-4-x86.x86_64.run
$ sh amd-driver-installer-12-4-x86.x86_64.run --buildpkg Ubuntu/oneiric
# dpkg -i *.deb

Caso tenha ocorrido erros na instalação, tente os comandos abaixo e volte a fazer o procedimento de instalação anterior:
# rm -R /usr/share/ati
# apt-get install fglrx

Realizado o procedimento sem falhas, o driver ATI terá sido instalado no sistema.

3.6 Chaveie para o cartão gráfico ATI Radeon
# /usr/lib/fglrx/switchlibGL amd

3.7 Gerar o xorg.conf correspondente
# aticonfig --initial -f --adapter=all

A resposta do sistema a este comando será da seguinte forma:
Uninitialised file found, configuring.
PowerXpress error: Cannot stat '/usr/lib64/fglrx': No such file or directory
Failed to initialize libglx for discrete GPU
Using /etc/X11/xorg.conf
Saving back-up to /etc/X11/xorg.conf.original-0

Observe que será gerado um arquivo backup do xorg.conf de nome xorg.conf.original-0

No caso, o /etc/X11/xorg.conf ficará da seguinte forma:


Section "ServerLayout"
Identifier "aticonfig Layout"
Screen 0 "aticonfig-Screen[0]-0" 0 0
EndSection

Section "Module"
Load "glx"
EndSection

Section "Monitor"
Identifier "aticonfig-Monitor[0]-0"
Option "VendorName" "ATI Proprietary Driver"
Option "ModelName" "Generic Autodetecting Monitor"
Option "DPMS" "true"
EndSection

Section "Device"
Identifier "aticonfig-Device[0]-0"
Driver "fglrx"
BusID "PCI:1:0:0"
EndSection

Section "Screen"
Identifier "aticonfig-Screen[0]-0"
Device "aticonfig-Device[0]-0"
Monitor "aticonfig-Monitor[0]-0"
DefaultDepth 24
SubSection "Display"
Viewport 0 0
Depth 24
EndSubSection
EndSection

3.8 Configurar para iniciar usando o cartão gráfico ATI Radeon
# lightdm restart


3.9 Verificar se o driver foi instalado corretamente e está em uso

$ lspci -v
01:00.0 VGA compatible controller: Advanced Micro Devices [AMD] nee ATI Seymour [Radeon HD 6400M Series] (prog-if 00 [VGA controller])
Subsystem: Hewlett-Packard Company Device 167d
Flags: bus master, fast devsel, latency 0, IRQ 51
Memory at b0000000 (64-bit, prefetchable) [size=256M]
Memory at d4900000 (64-bit, non-prefetchable) [size=128K]
I/O ports at 5000 [size=256]
Expansion ROM at d4920000 [disabled] [size=128K]
Capabilities:
Kernel driver in use: fglrx_pci
Kernel modules: fglrx, radeon

Veja que está em uso o módulo fglrx.

A figura abaixo mostra a entrada criado no menu principal do gerenciador de janelas Xfce para configuração do controlador de vídeo Radeon:
Entrada no menu para configurar a controladora de vídeo Radeon.

4. Referências
4.1 Radeon
é uma marca de unidades de processamento gráfico e de memória de acesso aleatório produzido pela AMD. A marca foi lançada em 2000 pela ATI Technologies, que foi adquirida pela AMD em 2006. A marca era anteriormente conhecido como “ATI Radeon” até agosto de 2010, quando foi renomeado para criar uma imagem de marca mais unificada. Produtos até a série HD 5000 (inclusive) são marcados como ATI Radeon, enquanto a partir da série HD 6000 em diante usa a nova marca AMD Radeon.

Atualmente a AMD não vende mais placas Radeon diretamente no nível de varejo. Em vez disso, ele vende Radeon GPUs para fabricantes, que constroem e vendem suas placas de vídeo Radeon-based na forma de OEM e nos canais de varejo. Fabricantes de placas Radeon incluem, entre outros, a Sapphire, XFX, Asus, Gigabyte, MSI, Biostar, Gainward, Diamond, HIS, PowerColor, Club 3D, VisionTek e Force3D.

4.2 Família Radeon HD 6000M
São chips mobile da segunda geração com suporte para MS-DirectX 11 e HD3D, lançado em janeiro de 2011 pela AMD. Os processadores oferecem resolução full HD, exibição tridimensional e suporte para as principais tecnologias de renderização utilizadas atualmente – DirectX 11 e OpenGL 4.1 – . Multimídia, jogos e produtividade também se aproveitam da capacidade de composições de telas com até seis monitores, graças à tecnologia Eyefinity. A linha é dividida em quatro categorias de diferentes desempenhos: entusiasta (HD 6900M e 6800M), para jogos high-end oferecendo até 1,3 teraflops de potencia computacional; performance (HD 6700M, 6600M e 6500M); intermediário (HD 6400M), para atender aos usuários “mainstream”; e dispositivos finos e leves (HD 6300M). A familia 6000M introduz o novo AMD HD3D “hocus pocus”, que permitirá que aplicativos, jogos e outras mídias possam ser apresentados em 3D, enquanto EyeSpeed é um nome de marketing para um conjunto de tecnologias projetadas para melhorar o streaming de vídeo e desempenho de jogos, assumindo mais tarefas com a GPU.

4.3 fglrx
é o nome para o drive de vídeo utilizado pela família de adaptadores de vídeo ATI Radeon e ATI FireGL e padrão para “FireGL and Radeon for X”. Em meados de 2004, a ATI começou a suportar Linux (XFree86, X.Org), a partir da contratação de uma nova equipe de driver Linux para produzir o fglrx. Os novos drivers proprietários para Linux, em vez de ser uma porta dos drivers Catalyst Windows, foram baseados nos drivers Linux para o FireGL (os drivers FireGL trabalhavam antes com os Radeons, mas oficialmente não suportavam eles), um cartão voltado para produtores gráficos, não jogadores.

O fglrx contém partes livres e de código aberto, bem como proprietário. A partir do Catalyst 11.7, o driver proprietário para Linux da ATI foi renomeado ATI Catalyst Linux. A versão Linux tem sido criticado por sua estabilidade e desempenho, bem como a falta de opções. O estado do driver tem melhorado ao longo do tempo com a AMD tentando trabalhar em conjunto com desenvolvedores de aplicativos, embora na maioria dos casos os drivers são considerados sólidos o suficiente para a maioria das tarefas e funcional para a maioria dos usuários.

4.4 ATI FireGL
Gama de placas de vídeo, renomeado para FirePro 3D no final de 2008, é uma série especificamente para CAD (Computer Aided Design) e software DCC (Digital Content Creation), normalmente encontrado em estações de trabalho.

4.5 OpenGL
Open Graphics Library é uma API livre utilizada na computação gráfica, para desenvolvimento de aplicativos gráficos, ambientes 3D, jogos, entre outros. O padrão OpenGL foi criado em 1992 e é mantido pelo ARB (Architecture Review Board), um conselho formado por empresas como a 3DLab, ATI, Dell, Evans&Sutherland, HP, IBM, Intel, Matrox, NVIDIA, Sun e a Silicon Graphics.

O OpenGL é um conjunto de algumas centenas de funções, que fornecem acesso a praticamente todos os recursos do hardware de vídeo. Internamente, ele age como uma máquina de estados, que de maneira bem específica dizem ao OpenGL o que fazer. Usando as funções da API, você pode ligar ou desligar vários aspectos dessa máquina, tais como a cor atual, se transparência será usada, se cálculos de iluminação devem ser feitos, se haverá ou não o efeito de neblina, e assim por diante. É importante conhecer cada um desses estados, pois não é incomum a obtenção de resultados indesejados simplesmente por deixar um ou outro estado definido de maneira incorreta.

4.6Um comparativo de características entre chips da família HD 6000

a) Radeon HD 6400M

Processador: 480-800 MHz
Clock de memória: 3.2 GHz GDDR5 ou 1.6-1.8 GHz DDR3
Largura de banda memória: 25.6 GB/s (GDDR5) ou 12.8-14.4 GB/s (DDR3)
Poder computacional: 0.15-0.26 TeraFLOP
Taxa de preenchimento de texturas: 3.84-6.4 Gigatexels/s
Taxa de preenchimento de pixels: 1.92-3.2 Gigapixels/s
Taxa de preenchimento de pixels anti-alias: 7.68-12.8 Gigasamples/s
160 Processadores Stream
8 Unidades de texturaGetting Started
16 Z/Stencil ROPs
4 Color ROPs

b) Radeon HD 6900M

Processador: 580-680 MHz
Clock de memória: 3.6 GHz
Largura de banda memória: 115.2 GB/s
Poder computacional: 1.1-1.3 TeraFLOPS
Taxa de preenchimento de texturas: 27.84-32.64 Gigatexels/s
Taxa de preenchimento de pixels: 18.56-21.76 Gigapixels/s
Taxa de preenchimento de pixels anti-alias: 74.24-87.04 Gigasamples/s
960 Processadores Stream
48 Unidades de textura
128 Z/Stencil ROPs
32 Color ROPs

c) Radeon HD 6970 (para Desktop)

Poder computacional de 2,7 TFLOPs
1536 Stream processors
96 unidades de textura
2 GB de RAM de 5 GHz DDR5


Links:

1- Install AMD Radeon HD 6470M and solve overheat on Ubuntu 11.10 Oneiric
2- HybridGraphics
3- Radeon HD 6xxxM Series
4- Compare Desktop Graphic Cards
5- AMD lança série de processadores de vídeo Radeon HD 6000M para portáteis
6- Review HP ProBook 4530s Notebook
7- Getting Started OpenGL

No momento em que escrevo este post, a instalação do Googleearth no Debian Squeeze tem alguns problemas. Já houve uma comunicação oficial reportada: http://bugs.debian.org/cgi-bin/bugreport.cgi?bug=569507.

Uma solução paliativa, mas que tem funcionado por enquanto, é a seguinte:

– fazer o download do arquivo que está em http://packages.medibuntu.org/pool/non- … 1_i386.deb.
– executar a instalação do pacote como administrador:

# dpkg -i googleearth_5.1.3533.1731-0medibuntu1_i386.deb

Pronto, o Googleearth está funcionando!

Para ver mais:
Instalando o Google Earth 5.0 no Debian Squeeze